Gastronomia cosmopolita

Restaurantes internacionais por Cozinha Popular da Mouraria

O projeto tem a missão de promover a qualidade de vida dos habitantes da Mouraria, através da partilha das cozinhas do mundo e com uma forte componente de intervenção social, traduzindo-se num verdadeiro centro de aprendizagem e convívio. Mouraria é por excelência o bairro lisboeta mais cosmopolita, sendo esta comunidade ideal para selecionar a cozinha internacional da cidade.

Tentações de Goa

Rua de São Pedro Mártir, 23

No século XV, depois de Vasco da Gama definir o caminho marítimo para a Índia, passou a ser uma realidade conseguir verdadeiras especiarias de Goa. Hoje, o caril e a chamuça são parte do quotidiano português, e a culinária indo-portuguesa tem casa neste restaurante escondido entre as ruelas da Mouraria. Claro, sempre com muito picante.

Dong

Rua dos Cavaleiros, 53

Comer chinês em Lisboa? Ninguém pensa duas vezes, é na Mouraria, seja legalizado, ou até clandestino, designação popular para os restaurantes improvisados nas casas da comunidade chinesa. No Dong não faltam todos os ingredientes que esperamos, desde a cerveja Tsingtao, Chop Suey com molho de ostras, Pato à Pequim, e Banana Frita.

Shilabo´s

Calçada de Santo André, 74

A emigração africana em Lisboa tem raízes profundas na Mouraria, isso é evidente neste restaurante angolano, um ponto de encontro para a comunidade e o sítio ideal para comer uma Moamba de Galinha.

Onde comer vegetariano por Veggie Friendly Portugal

Veggie-friendly Portugal é para todos os interessados na alimentação vegetariana e estilo de vida vegano. Rita começou por ser ovo-lacto-vegetariana, tornando-se depois vegana, e partilha na sua página as experiências gastronómicas com a ajuda do namorado António.

Psi

Alameda Santo António dos Capuchos

No centro do Psi, um dos mais antigos restaurantes vegetarianos de Lisboa, está um coreto e à sua volta um jardim inaugurado pelo Dalai Lama. Velas, cheiros e até por vezes um sitar ao vivo transporta-nos para o Oriente, onde encontramos sabores de inspiração hindu e coreana, com destaque para o Thali do Psi, a Korean Tofu Bowl e os Dan Dan Noodles

Veganeats

Rua Cavaleiro de Oliveira, 42

Vontade de comida caseira e não apetece cozinhar? Este espaço familiar alia refeições e pastelaria de qualidade com a simpatia de quem já nos reconhece. Normalmente optamos pelo prato do dia e bolo de chocolate ou ananás, mas uma coisa é certa, é tudo feito com muito amor.

Ao 26 Vegan Food Project

Rua Vítor Cordon, 26

O Ao 26 Vegan Food Project demonstra que não existem quaisquer limites ao se usar apenas ingredientes de origem vegetal. Aqui, encontramos comida de inspiração portuguesa, como os Cogumelos à Bulhão Pato, Tofu com Broa, e a Francesinha. A reserva de mesa é obrigatória.

Foodprintz

Rua Rodrigo da Fonseca, 82A

Comida saudável, yoga e o bem estar animal são o foco de Karo e Lisa, que abriram este espaço casual, com um menu que muda todos os meses e sempre adequado a produtos locais, biológicos e de época. As proprietárias também organizam workshops de culinária, aulas de yoga e meditação.

In Bocca al Lupo

Rua Manuel Bernardes, 5

O espírito italiano que se sente, do forno a lenha à proprietária italiana, faz-nos acreditar que se saíssemos da porta poderíamos estar numa qualquer ruela em Roma. Os ingredientes são 100% biológicos e, para nós, é a melhor pizza da capital.

Novo comércio por Lisboa NOSSA

O projeto dá a conhecer o encanto do comércio lisboeta num azulejo inteligente que permite descobrir os rostos e as histórias das marcas locais através de realidade aumentada. A comunidade tem vindo a aumentar, e tem por missão renovar o interesse no comércio de proximidade, das ruas para as redes sociais num conceito de Smart-City.

Miss Can

Largo do Contador Mor, 17

Os fundadores desta marca trazem para os dias de hoje o método de conserva de peixe do avô, Luís Ribeiro. São enlatados de muitos temperos que contam um pouco da cultura portuguesa.

Damage Inkorporation

Rua do Telhal aos Olivais, 15

Um estúdio de tatuagem, com espírito de cultura alternativa, que representa o sonho de Sérgio, nato para o desenho. Além do estúdio, e do bar, ainda abrem espaço para encontros de tatuadores nacionais e profissionais de colocação de piercing.

Poise Shaped

Rua da Rosa, 197

Atelier de design, um processo de criação sem as pressas da vida moderna, com peças de Fernanda Pereira, a estilista e designer portuguesa. A Poise de Sara e João é especializada em costura e marroquinaria em pele.

House of São Bento

Rua de Borges Carneiro, 38

Não é um simples bed & breakfast, é uma ode a Portugal, com os nomes dos quartos a invocarem cidades portuguesas. Tiago e Pedro são os responsáveis por este espaço, com o mítico elétrico 28 à porta.

Bares por Lisboa Secreta

Nelson Jerónimo Rodrigues é o editor do Lisboa Secreta, um guia online sobre a cidade que convida a descobrir, todos os dias, o que ela tem de melhor.

Lux Frágil

Avenida Infante D. Henrique, Armazém A, Cais da Pedra

O espaço nocturno mais famoso da cidade reúne todas as tribos urbanas à volta de um bar, de uma discoteca e de uma sala de concertos, assim como do terraço com vista para o Tejo. Além do ambiente trendy, destaca-se pela programação internacional.

Red Frog

Rua do Salitre, 5A

Inspirado nos antigos speakeasy de Nova Iorque, tem uma sala secreta e uma carta com dezenas de cocktails, desde os clássicos (como o Old Fashioned) às novas criações.

MOME

Avenida 24 de Julho, 68

Um espaço que já tem história na noite lisboeta, onde passaram as discotecas Kapital e MAIN. O MOME abriu este ano, com três espaços distintos: club, bar e restaurante.